Botswana Mozambique South Africa Zimbabwe Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth go
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management

 

Hidrologia

Hidrologia é o estudo científico da água, procurando explicar a equação do balanço hídrico em termos de tempo e espaço, avaliando o impacto de processos físicos e químicos e o seu papel nos ecossistemas.

O Kit de Sensibilização sobre o Rio Limpopo aborda a hidrologia a partir de uma perspectiva holística, incluindo a água superficial, as águas subterrâneas e as interacções entre as duas.

Sumário do Capítulo

Este capítulo cobre os seguintes conceitos e matérias:

A vida na Terra é sustentada pela água, a qual está disponível para as plantas, animais e outros organismos em três estados: sólido, líquido e gasoso (vapor de água). O movimento contínuo da água na superfície da terra debaixo da superfície da terra e entre a terra e a atmosfera é conhecido como o ciclo da água ou o ciclo hidrológico. Somente uma pequena fracção da água no ciclo hidrológico é agua potável disponível. A água potável é, portanto, um recurso precioso que requer gestão cuidadosa e protecção.

Dentro do ciclo hidrológico, os rios formam a ponte entre a chuva, o derretimento da neve sobre a Terra e corpos de água tais como lagos, pântanos e o mar. O ritmo, a extensão e a trajectória do movimento da água são essenciais ao conjunto de seres vivos de um ecossistema (biota),incluindo os seres humanos que dependem de fontes específicas de água. Este capítulo descreve o processo e as características ambientais relacionadas com o movimento da água através da paisagemdentro da bacia hidrográfica.

Tipicamente, os sistemas fluviais incluem toda a extensão do canal principal (da cabeceira do rio até ao mar) e os pântanos associados(planícies de inundação, lagos, lagoas, estuários e deltas). As excepções são os rios com foz interior (sem saída para o mar) como o Okavango. Estes componentes do sistema fluvial e da paisagem circundante que ele drena (a sua bacia hidrográfica) estão interligados e são interdependentes. Devido a estas ligações entre os ecossistemas a montante e a jusante, as bacias dos rios constituem uma unidade prática e lógica para examinar e gerir a maioria dos sistemas ambientais (Beekman et al. 2009).

O rio Limpopo, Legodimo Nature Reserve, em Botsuana.
Fonte: DiPerna 2009
( clique para ampliar )