Botswana Mozambique South Africa Zimbabwe Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth go
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management
A Bacia do Rio
 Introdução
Geografia
Clima e Tempo
Hidrologia
Qualidade da Água
 Princípios
 Impactos Humanos na Qualidade da Água
 Água Subterrânea
 Efluentes Agrícolas e Eutrofização
 Indústria e Mineração
 Salinidade
 Dureza
Organismos Microbiológicos e Patogénicos
 Metais Pesados
 Poluentes Orgânicos Persistentes
 Temperatura da Água
 Radio-Nuclídeos
 Estudo de caso
 Adequação ao Uso
Ecologia e Biodiversidade
Resumos das Sub-Bacias
 Referências

 



Feedback

send a comment

Feedback

 

Organismos Microbiológicos e Patogénicos  

O crescimento de organismos microbiológicos e a contaminação através dos patogénios estão ligados a problemas de contaminação da água com nutrientes ou excrementos humanos. Doenças transmitidas pela água, como disenteria, cólera e tifóide, gastroenterite e hepatite, são causas principais de doenças e fraca saúde na região da SADC (SADC 2009). Microrganismos entram nos rios via águas residuais não tratadas ou parcialmente tratadas e podem causar várias doenças aos consumidores a jusante. Custos potenciais para a sociedade incluem:

  • Aumento dos encargos nos centros de saúde;
  • Perda de rendimento familiar;
  • Custos de funerais;
  • Perda de produção económica; e
  • Reacções adversas dos media e os seus efeitos no turismo.

Um estudo por Gundry et al. (2009) analisa a incidência de disenteria nas crianças no distrito de Vhembe na África do Sul, e no distrito de Zaka no Zimbabué. Ambos os distritos tinham Acesso a Saneamento Melhorado e Fontes de Água abaixo da média e o distrito de Vhembe tem uma maior incidência de doenças diarreicas nas crianças do que a média nacional. A explicação para isto é o facto de que para as fontes de água não melhoradas (fontes de água subterrânea e água superficial) as contagens de coliformes estavam abaixo do máximo recomendado de 10 cfu /100ml em somente 26 % dos casos.

Enriquecimento em nutrientes pode promover o crescimento de algas.
Fonte: Vogel 2010
( clique para ampliar )

Mycrocystis no Rio dos Olifants 

Micro-organismos perigosos podem afectar o ambiente e a vida na mesma medida que podem afectar a saúde humana. Um artigo que foi publicado no Farmer's Weekly (2008) apresenta em detalhe a morte do rio dos Olifants. Drenagem ácida de minas de carvão abandonadas, fluxos de retorno de agricultura, e o influxo de efluente não tratado, tudo isto tem contribuído para a deterioração da qualidade da água e para a rápida disseminação do Microcystis.

Microcystisé uma ciano-bactéria que floresce em rios de baixo caudal e ricos em nutrientes. Quando a ciano-bactéria morre, ela cria condições hipóxicas e anóxicas reduzindo o oxigénio da água. Microcystins une metais presentes na coluna da água e produzem hepatotoxinas, ou seja, toxinas que actuam no fígado e que são conhecidas por promover o desenvolvimento de tumores (Fish and Wildlife Research Institute 2010). 

No sistema do rio dos Olifants, especialmente próximo do poluído Lago Loskop, búfalos de água (Farmer's Weekly 2008) e crocodilos (Oberholster et al. 2010) tem sido encontrados mortos. A população de crocodilos passou de 30 indivíduos para 6 em 2008, porque consumiram gordura tóxica de peixe, o que resultou empansteatitis. O peixe consome o fitoplânctoncontaminado por compostos químicos (associados à drenagem ácida de minas) e quando os peixes são consumidos pelos crocodilos, os compostos químicos são bioamplificados para níveis mortais.Microcystisé só uma das muitas populações de fitoplânctonpresentes no sistema do rio dos Olifantsconsumido pelo biota local. Contudo, a sua associação com o novo estado hipertróficodo ambiente suplanta todos os outros efeitos de muitos poluentes que entram no sistema (Oberholster et al. 2010).

Um Novo Estado Trófico

[...] o desenvolvimento de colónias de Microcystis na zona ribeirinha do Lago Loskop em fins de Fevereiro foi possível devido à mudança nos estados tróficos. Esta mudança fez o sistema aquático ultrapassar o limiar superior crítico para altas concentrações de nutrientes e entrar no regime alternado hipertrófico, o que vai suplantar os efeitos adversos de concentrações de metais pesados, sulfato e valores baixo do pH. Os possíveis indutores que podem ter despoletado o sistema a ultrapassar este limiar no sistema aquático foram o escorrimento superficial rico em nutrientes provenientes de terrenos de agricultura assim como influxos de esgotos domésticos tratados ou parcialmente tratados.  

Fonte: Oberholster et al. 2010

 



Interactive

Explore as sub-bacias do rio Limpopo


Explore as interacções entre os organismos no meio aquático


Examine como o ciclo hidrológico faz a água circular na Terra


Cenas de vídeo filmadas ao longo do rio Limpopo relacionadas com o tema A Bacia do Rio