Botswana Mozambique South Africa Zimbabwe Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth go
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management
A Bacia do Rio
 Introdução
Geografia
 Paisagem
 Geomorfologia
Vegetação
 Cobertura da Terra
 Bacias da África Austral
 A Bacia do Rio e GIRH
Clima e Tempo
Hidrologia
Qualidade da Água
Ecologia e Biodiversidade
Resumos das Sub-Bacias
 Referências

 



Feedback

send a comment

Feedback

 

Vegetação  

Até a data, ainda não foi feito um mapeamento da vegetação na bacia do rio Limpopo. Por isso, para os propósitos para o RAK, será usada a informação sobre biomas e cobertura de terra para fornecer a indicação sobre a distribuição da vegetação e comunidade das plantas.

Biomas da África Austral

Entende-se por biomas “ as maiores comunidades do mundo, classificadas de acordo com a vegetação dominante e caracterizada pela adaptação dos organismos a um determinado ambiente” (Campbell 1996). A palavra bioma, é uma palavra híbrida da expressão Zonas Bioclimáticas (WWF 2010), e conforme o nome indica, ela inclui comunidades de plantas cujo desenvolvimento é dependente de certas condições biofísicas e climáticas e relevo. Existem globalmente 6 tipos principais de biomas terrestres:

  • Deserto;
  • Floresta;
  • Água doce;
  • Pradaria;
  • Bioma marinha; e
  • Tundra.

Encontra-se ilustrado abaixo um mapa dos biomas terrestres da bacia do rio Limpopo.

Biomas terrestres da bacia do rio Limpopo.
Fonte: WWF 2010
( clique para ampliar )

Como pode ser visto no mapa, a bacia do rio Limpopo é dominada por um bioma de Savana-pastagem, conhecido por Bushveld. Outras classes de biomas incluem as Pradarias nas regiões altas e cadeias montanhosas no centro e sudoeste da bacia. As Pradarias e Savanas Inundadas seguem a planíceis de inundação da porção sul do rio Changane em Moçambique, que se cruza com Florestas Tropicais e Sub-tropicais na foz do rio em Xai-Xai.

Os biomas são tratados de forma detalhada na secção sobre Biomas e Ecoregiões do capítulo sobre Ecologia e Biodiversidade da Bacia do Rio Limpopo.

Um dos maiores impactos da cobertura vegetal é a alteração do relevo para a agricultura. Esta alteração da cobertura vegetal e os processos associados à água causam impactos na comunidade vegetal e na hidrologia da região. Um aspecto geral da alteração da cobertura vegetal vem reflectido no documento Last of the Wild Analysis, apresentado no capítulo sobre Biodiversidade.

Comunidades de Vegetação na Bacia do Rio Limpopo

Uma vez que cada país da bacia do rio Limpopo usa um sistema e metodologias de classificação de vegetação diferentes, não existe um mapa único de vegetação para toda a bacia. Contudo, uma estimativa pode ser usada para indicar a presença ou ausência e o vigor da vegetação na bacia. O índice - Normalised Difference Vegetation Index (NDVI), pode ser calculada usando as bandas vermelhas e infra-vermelhas de uma imagem satellite. NDVI, não possuíi uma escala, pois os valores são aproximados (comparação de uma banda do espectro com outra); contudo, pode-se fazer uma avaliação superficial da saúde vegetal num determinado momento. NDVI é um dos métodos mais usados para avaliação global da saúde vegetal na monitorização da segurança alimentar. Um exêmplo da aplicação de NDVI pode ser encontrado na página-web do Famine Early Warning Systeme Network (FEWS-NET) (Rede sobre o Aviso Prévio a Fome).

Para mais informação sobre biodiversidade da bacia do rio Limpopo, por favor de referir ao capítulo sobre Ecologia e biodiversidadeda bacia do rio Limpopo.

 



Interactive

Explore as sub-bacias do rio Limpopo


Explore as interacções entre os organismos no meio aquático


Examine como o ciclo hidrológico faz a água circular na Terra


Cenas de vídeo filmadas ao longo do rio Limpopo relacionadas com o tema A Bacia do Rio