Botswana Mozambique South Africa Zimbabwe Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth go
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management
A Bacia do Rio
 Introdução
Geografia
Clima e Tempo
Hidrologia
Qualidade da Água
Ecologia e Biodiversidade
 Ecologia
 Ecologia Aquática
 Elementos Essenciais
 Habitats Aquáticos
 Vida nos Ecossistemas Aquáticos
 Cadeias e Redes Alimentares
 Biomassa e Produção
 Classificação de Organismos
 Micro-organismos
 Plantas
Invertebrados
 Vertebrados
 Factores que Afectam os Ecossistemas
 Terras Húmidas
 Biodiversidade
 A Avaliação dos Ecossistemas do Milénio
Resumos das Sub-Bacias
 Referências

 



Feedback

send a comment

Feedback

 

Invertebrados  

Animais invertebrados são todos os que não possuem coluna vertebral. Animais invertebrados são muito mais diversificados e abundantes do que os vertebrados e muitos grupos de invertebrados encontram-se em sistemas aquáticos. Os que vivem em sedimentos aquáticos são denominados invertebrados bentónicos. As comunidades de invertebrados bentónicos são muitas vezes utilizadas como indicadores da sanidade do ecossistema aquático, através da medição da sua população, abundância e diversidade.

Vermes

Os vermes são uma colecção informal de três grandes grupos, incluindo vermes chatos (platelmintos), lombrigas (nematóides) e vermes segmentados (anelídeos). Os vermes chatos incluem um grupo importante de vida livre e muitas vezes predatório (Turbellária) e dois grandes grupos - Trematoda (tipo de verme chato) e Cestoidea (ténias) - que são totalmente parasitas na fase adulta embora possam ser aquáticas em estágios intermédios. O Dracunculus medinensis, também conhecido por Verme da Guiné, é comum em África tal como o tremátode Esquistossoma (parasita que causa a bilharziose).

Moluscos

Os moluscos incluem os grupos familiares de caracóis (gastrópodes) e bivalves (amêijoas e mexilhões). A maioria dos corpos dos moluscos é envolvida total ou parcialmente por uma casca dura. Os caracóis alimentam-se através da extracção de biofilme das superfícies, colhendo matéria orgânica depositada no sedimento, consumindo macrófitas ou alimentando-se de animais em estado de decomposição. Os moluscos bivalves têm brânquias ou guelras, as quais são usadas tanto para respirar como para colher pequenas partículas na água.

Os caracóis em África servem de hospedeiros no ciclo da vida do Esquistossoma.

Insectos

Os insectos são um grupo altamente diversificado e ocupam a maior parte dos nichos ecológicos. A maioria dos insectos são terrestres, enquanto outros tem fases da vida em que são aquáticos (p.ex., libélulas e mosquitos). Alguns insectos são inteiramente aquáticos (p. ex., besouros aquáticos). Enquanto a maioria dos insectos vivem sobre ou perto do fundo dos corpos de águas, alguns (tal como as larvas do mosquito fantasma Chaoborus) podem nadar acima da coluna de água. A maioria dos insectos aquáticos tem brânquias/guelras e precisam de água com oxigénio dissolvido; outros, tal como a larva do mosquito, respiram através da película da superfície de águas paradas. Os insectos podem ser herbívoros, carnívoros ou detritívoros. Insectos de nascentes e rios são cruciais no processamento de matéria orgânica. Alguns extraem biofilme, outros desfiam folhas grandes em pequenas partículas, enquanto outros filtram ou recolhem estas pequenas partículas. Esta cadeia de processamento reduz grande quantidade de matéria orgânica em partículas sucessivamente cada vez mais pequenas.

Zooplâncton

O zooplâncton é um conjunto de animais aquáticos que não podem nadar contra as correntes de água por serem muito pequenos. Contudo, muitos zooplânctones podem nadar distâncias significativas em águas razoavelmente paradas. Porque eles não podem nadar contra as correntes, são mais importantes em lagos do que em águas correntes, uma vez que a água corrente transporta-os mais rápido para jusante, impedindo-os de se reproduzir. Eles podem, contudo, abundar em grandes rios de caudal lento. O zooplâncton é heterotrófico e é fonte significativa de energia e nutrientes para carnívoros invertebrados e alguns vertebrados.

Anax tristis.
Fonte: Tarboton 2006
( clique para ampliar )

 



Interactive

Explore as sub-bacias do rio Limpopo


Explore as interacções entre os organismos no meio aquático


Examine como o ciclo hidrológico faz a água circular na Terra


Cenas de vídeo filmadas ao longo do rio Limpopo relacionadas com o tema A Bacia do Rio