Botswana Mozambique South Africa Zimbabwe Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth go
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management
A Bacia do Rio
 Introdução
Geografia
Clima e Tempo
 Princípios do Clima e Tempo
Ciclo Hidrológico
 Variabilidade Climática
 Classificação Climática
 Escassez de Água
 Seca
 Clima da Bacia do Rio Limpopo
 Mudança Climática
Hidrologia
Qualidade da Água
Ecologia e Biodiversidade
Resumos das Sub-Bacias
 Referências

 



Feedback

send a comment

Feedback

 

Ciclo Hidrológico  

Os dois aspectos mais importantes do clima são temperatura e precipitação. Os padrões de precipitação - calendário, quantidade e forma - e as características da variação de temperaturas de uma região afectam o crescimento da vegetação, o desenvolvimento dos solos, as mudanças na morfologia do terreno, a vida animal e a disponibilidade da água. Isto por sua vez afecta o modo como os humanos interagem com o ambiente para abrigo, alimentação, vestuário e água (Hatfield 2008).

O ‘ciclo hidrológico’ descreve a circulação da humidade em todas as situações e estados físicos. Acompanha a água no estado sólido (gelo e neve), líquido (água) e gasoso (vapor de água), quer na atmosfera quer nas nuvens, caindo na terra em forma de precipitação (chuva e neve); seu escoamento superficial, sua infiltração no solo, seu curso em caudais dos rios, em corpos de água, aquíferos e em forma de lençóis freáticos. O ciclo hidrológico é discutido mais detalhadamente no capítulo sobre a Hidrologia.

Os seguintes aspectos sobre o ciclo hidrológico são fundamentais para o clima:

  • Precipitação
  • Evaporação
  • Evapotranspiração

A Precipitação éa condensação da humidade atmosférica do estado gasoso da água ao estado líquido (chuva) ou sólido (gelo ou neve), estado no qual posteriormente desce á superfície da Terra sob gravidade (UNESCO 2009). Nem sempre a precipitação chega á superfície da terra antes de evaporar, mas quando chega, ou é absorvida pelo solo onde se formam aquíferos, lençóis freáticos ou água subterrânea, ou se infiltra no solo para alimentar rios ou outros corpos de água. Na maior parte dos países da África Austral a precipitação ocorre apenas em forma de chuva.

Evaporação refere-seáperda de água da superfície da terra, dos ribeiros, rios, corpos de água, dos solos e da superfície das plantas. A água no estado líquido transforma-se em vapor, impulsionada tanto pela luz solar como pelos efeitos aerodinâmicos, tais como o vento e a variação da humidade (Jones 1997). Os factores que determinam a evaporação são o fornecimento de energia, transporte de vapor e fornecimento de humidade na superfície de evaporação (nível de humidade no solo). Os dois primeiros afectam a evaporação de corpos de água abertos, tais como reservatórios, lagos ou superfícies dos rios. Todos os três factores afectam a quantidade de evapotranspiração da humidade do solo.

Transpiração é a perda de água através dos estomatos e lenticelas das plantas para a atmosfera (Biologia online 2009).

Evapotranspiração é o processo combinado de evaporação a partir da superfície da Terra e da transpiração da vegetação. A quantidade de evapotranspiração que ocorre numa área é determinada por factores meteorológicos tais como o vento, humidade no ar, energia solar, latitude, taxa de variação térmica etc. Há vários métodos para se calcular a evapotranspiração, contudo, o método Penmans-Monteith é amplamente usado e é recomendado pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO 1993).

O ciclo hidrológico.
Fonte: Federal Interagency Stream Restoration Working Group 1998
( clique para ampliar )

 



Interactive

Explore as sub-bacias do rio Limpopo


Explore as interacções entre os organismos no meio aquático


Examine como o ciclo hidrológico faz a água circular na Terra


Cenas de vídeo filmadas ao longo do rio Limpopo relacionadas com o tema A Bacia do Rio