Botswana Mozambique South Africa Zimbabwe Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth go
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management
A Bacia do Rio
 Introdução
Geografia
Clima e Tempo
 Princípios do Clima e Tempo
 Clima da Bacia do Rio Limpopo
Clima Regional
 Padrões Climáticos
 Variabilidade Climática
 Classificação Climática
 Escassez de Água
 Seca
 Ciclones
 Mudança Climática
Hidrologia
Qualidade da Água
Ecologia e Biodiversidade
Resumos das Sub-Bacias
 Referências

 



Feedback

send a comment

Feedback

 

Clima Regional  

A região austral de África pode ser, em termos gerais, dividida em dois grupos, segundo a Classificação Climática de Köppen (Pidwirny 2006; INGC/ FEWS NET Mind 2003):

  • Classe B – Climas árido: Próprio dos países do Sudoeste que fazem fronteira com o deserto de Kalahari: Angola, Botsuana, Zimbabué, Namíbia e África do Sul, com climas que vão de semi-árido e sub-húmido a leste, a hiper-árido a oeste.
  • Classe C – Climas de latitude média húmida com invernos moderados, que compreendem os países do leste, Tanzânia, Malaui, Moçambique, Suazilândia, Lesoto e países das Ilhas do Oceano Índico, com condições climáticas que variam de seco a condições de sub-tropical húmido de latitude média.

Para ver o mapa de distribuição destas classes climáticas na bacia do rio Limpopo, favor conferir a Classificação do Clima da Bacia.

A África Austral encontra-se localizada entre o Oceano Atlântico e o Oceano Índico, zonas de alta pressão a oeste e a leste, respectivamente. A região é propensa a secas frequentes e distribuição de chuvas irregulares. A região tem duas estações distintas – uma estação das chuvas, aproximadamente de Novembro a Abril, e uma estação seca, aproximadamente de Maio a Outubro. A estação das chuvas ocorre quando a Zona de Convergência Intertropical (ZCI) (Allaby e Allaby 1999) se move para o sul, trazendo chuvas, e a estação seca ocorre quando o ZCI se afasta em direcção ao norte.

Os oceanos jogam um papel muito importante no clima da região. A costa leste é influenciada pela corrente de Moçambique em direcção ao sul, a qual traz água quente e ar húmido do Equador, criando um clima húmido e quente. A costa oeste é influenciada, ao contrário, pela corrente fria de Benguela, do Oceano Atlântico, que produz um clima mais seco.

No interior da África Austral, há um forte gradiente de chuva de leste a oeste. Na Suazilândia e Lesoto para o leste, tanto a altitude como a exposição ao ar húmido vindo do Oceano Índico produzem as mais confiáveis e fortes chuvas. A precipitação total vai-se reduzindo gradualmente em direcção ao ocidente, de modo que muitas das regiões centrais e ocidentais são semi-desérticas com baixa e variável precipitação.

Em toda esta região do interior, as chuvas ocorrem principalmente no verão, acompanhadas de trovoadas. Há igualmente faixas de temperaturas diárias e sazonais como resultado dos efeitos da altitude e da posição “continental” (falta de influências do oceano). Os invernos são normalmente secos e ensolarados, enquanto que os verões são quentes e húmidos. A geada ocorre frequentemente no inverno e a neve é comum acima dos 1.500 metros. Esta variabilidade dos padrões climáticos, possivelmente devida às mudanças climáticas, às vezes resulta em seca ou cheias, o que afecta negativamente as actividades humanas.

Variação da Zona de Convergência Intertropical (ZCI) em toda África por todo ano.
Fonte: Ker et al. 1978
( clique para ampliar )

A precipitação na África Austral é em larga medida influenciada pela ZCI. A ZCI muda a sua posição durante o ano, deslocando-se entre o Equador e os Trópicos de Câncer e Capricórnio. A África Austral recebe o grosso da sua precipitação anual de Novembro até Março à medida que a ZCI se vai deslocando para o Sul. Quanto mais a sul a zona se deslocar, mais promissora é a estação das chuvas (Allaby e Allaby 1999). As posições médias da ZCI em Julho e Janeiro no quadro acima ilustram esta situação.

Numa estação normal das chuvas na África Austral, a influência da ZCI abrange o centro da Tanzânia até ao sul do Zimbabué e está associada à precipitação favorável. O sistema de “Altas Pressões” do Botsuana tende a afastar a ZCI, resultando normalmente em períodos de seca)(Instituto de Pesquisa Internacional 2000).

 



Interactive

Explore as sub-bacias do rio Limpopo


Explore as interacções entre os organismos no meio aquático


Examine como o ciclo hidrológico faz a água circular na Terra


Cenas de vídeo filmadas ao longo do rio Limpopo relacionadas com o tema A Bacia do Rio