Botswana Mozambique South Africa Zimbabwe Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth go
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management
A População e o Rio

 



Feedback

send a comment

Feedback

 

Vulnerabilidade  

O grau pelo qual um sistema é susceptível ou incapaz de lidar com os efeitos adversos da mudança do ambiente define a sua vulnerabilidade (UNEP 2005). O objectivo final da maioria dos indivíduos é evoluir para um estado de segurança e minimizar a vulnerabilidade.

Indivíduos ou comunidades podem ser vulneráveis a impactes directos como inundações ou incêndios, e podem ser indiretamente vulneráveis perante acontecimentos como por exemplo os declínios dos níveis freáticos, devido à diminuição da pluviosidade a longo prazo como resultado das alterações climáticas. No entanto, o factor mais significativo na vulnerabilidade é a sua natureza complexa, onde os indivíduos, grupos e comunidades ficam não só sujeitos à ameaça, mas também a muitos outros factores ao mesmo tempo.

O Programa Ambiental das Nações Unidas (UNEP) realizou um estudo para determinar a vulnerabilidade dos recursos hídricos às alterações ambientais na África. O estudo desenvolveu parâmetros e indicadores relacionados, que foram agrupados em fisiográficas (natural), sócio-económicos (antropogénicos) e em agrupamentos de gestão (ver tabela abaixo).

Parâmetros e indicadores de vulnerabilidade para avaliação da vulnerabilidade dos recursos hídricos às alterações ambientais.

Grupo

Parâmetro*

Indicador de Vulnerabilidade*

Fisiografia

Clima

  • Pluviosidade
  • Evapotranspiração

Escassez de Água

 

Ecossistemas

  • Dependência da água
  • Cobertura do solo
  • Uso da terra
  • Disponibilidade da água
  • Desertificação
  • Armazenamento e infra-estruturas de fornecimento

Hidrologia

Caudal do rio

 
  • Armazenamento
  • Qualidade
 

Hidrogeologia

 
  • Rendimento
  • Recarga
 

Socio-Economia

Demografia

  • Tamanho e distribuição da população
  • HIV-SIDA/ doenças de origem hídrica
  • Demanda da água
  • Abastecimento de água
  • Valor da água
 

Economia

 

Gestão

Legislação

  • Políticas
  • Leis
  • Regulamentos
  • Diretrizes
 

Institucional

  • Aderência aos princípios da GIRH
  • Recursos Humanos
 

Conhecimento

Literatura/relatórios

Disponibilidade de dados, lacunas e qualidade

*Variabilidade temporal e espacial e fontes de tendências: UNEP 2005

Vulnerabilidade dos Recursos Hídricos da África Austral e Mudança Ambiental

Nos países da África Austral, as economias dependem fortemente da agricultura (muitas vezes de subsistência) e do pastoreio, cujo sucesso é determinado pelas condições climáticas. Devido ao seu estado de desenvolvimento relativamente baixo, estes países são vulneráveis a mudanças inesperadas nas variáveis climáticas. (UNEP 2005).

Os indicadores de Vulnerabilidade que se seguem são usados para determinar a vulnerabilidade da África Austral em relação aos recursos hídricos e alterações ambientais (UNEP 2005):

Aridez e Disponibilidade da Água:a aridez e a vulnerabilidade estão ligadas com maior incidência na parte occidental e meridional da região. Uma projecção da FAO (1995) para 2025 prevê que a disponibilidade de água por pessoa irá diminuir devido ao aumento da procura e à redução de acessibilidade.

Demanda e Uso da Água: o crescimento populacional, a urbanização, o desenvolvimento industrial e agrícola, bem como as melhores condições de vida, tudo isto indica que a procura e a utilização da água vão aumentar no futuro, o que resultará em menos água disponível.

Densidade e Crescimento Populacional: As taxas de crescimento populacional nas cidades e centros urbanos principais são mais altas do que a média regional.

Conflitos Relacionados com a Água: O rio Limpopo é citado como sendo uma área propensa a conflitos potenciais no futuro, uma vez que os países africanos são susceptíveis de ultrapassar 'economicamente o uso das fontes hídricas localizadas no país, antes de 2025 (Ashton 2002)'.

Reforma do Sector: o avanço até agora para as reformas do sector da água nesta região é uma tendência positiva para a criação de ambientes favoráveis, a fim de mitigar a mudança ambiental.

Plano Estratégico da Bacia Hidrográfica do Rio Limpopo para a Redução da Vulnerabilidade às Inundações e Secas.

Em 2007, UN-Habitat/UNEP e os países ribeirinhos da bacia do Limpopo publicaram o 'Plano Estratégico da Bacia do Limpopo para Redução da Vulnerabilidade às Inundações e Secas'. O documento de trabalho avalia o estado actual de vulnerabilidade na bacia, relativamente ao meio-ambiente e à política, propondo actividades, tais como um sistema de alerta precoce que pudesse reduzir a vulnerabilidade.

A maioria das fontes de água rural informal são vulneráveis à degradação e à contaminação.
Fonte: Schaefer 2010
( clique para ampliar )

 



Interactive

Explore as sub-bacias do rio Limpopo


Cenas de vídeo filmadas ao longo do rio Limpopo relacionadas com o tema A População e o Rio


Veja o cronograma histórico dos países da bacia do rio Limpopo, incluindo os acordos de água e construções de barragens