Botswana Mozambique South Africa Zimbabwe Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth go
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management
A Gestão dos Recursos Hídricos

 



Feedback

send a comment

Feedback

 

Água Virtual na Bacia  

A nível regional ou a nível da bacia, o comércio de água virtual pode optimizar as poupanças de água quando se reconhecem as diferenças espaciais relacionadas com clima, produtividade do solo e produção de culturas. A segurança de água na bacia do rio Limpopo é muito baixa, fazendo do comércio de água virtual uma alternativa importante para melhorar a segurança de água na bacia.

Dos países da bacia do rio Limpopo, o Botsuana e o Zimbabué são exportadores líquidos de água virtual enquanto Moçambique e a África do Sul são importadores líquidos de água virtual.

Resumo dos caudais de água virtual e importação líquida de água virtual relacionada com o comércio em culturas, gado e produtos industriais de cada estado na bacia do rio Limpopo.

País

Fluxos brutos de água virtual médios ao longo do período 1996-2005 (106m3/ano)

Importação líquida de água virtual (106m3/ano)

 

Relacionado com comércio em produtos agrícolas

Relacionado com comércio em produtos animais

Relacionado com comércio em produtos industriais

Total

Relacionado com comércio em produtos agrícolas

Relacionado com comércio em produtos animais

Relacionado com comércio em produtos industriais

Total

 

Ex

Im

Ex

Im

Ex

Im

Ex

Im

       

Botsuana

10

277

351

64

22

38

383

380

267

-287

17

-3

Moçambique

590

1489

5

155

7

40

602

1684

899

150

33

1082

África do Sul

4490

7864

1734

636

585

1949

6809

10450

3374

-1098

1365

3641

Zimbabué

876

863

478

29

342

78

1696

970

-13

-449

-264

-726

Ex=Exportação, Im=Importação
Fonte:
 Kort 2010

Culturas

O milho é a cultura mais importante na região da SADC. A África do Sul tem o nível de área cultivada irrigada mais alto na região da SADC com 1,42 ton/ha, e o rendimento mais alto dos estados da bacia. Quando comparado com a média global de 3,41 ton/ha é evidente que os rendimentos na região da SADC são bastante baixos. Nas regiões secas de sequeiro do Botsuana utilize-se muito pouco fertilizante em comparação com outros países da SADC e a produção é muito baixa.

O Botsuana tem a pegada ecológica de água (water footprint - WF) verde mais alta para a produção de milho na região da SADC com cerca de 2 700 m³/ton de milho produzidas. Moçambique e o sul do Zimbabué também têm uma WF verde relativamente alta para o milho. A África do Sul tem uma das WF verde mais baixas (com excepção de algumas áreas à volta do Deserto do Kalahari). A WF média para o milho na região da SADC é 3 146 m³/ton. Este é um valor menos eficiente do que noutras partes do mundo onde a média é 2 981 m3/ton para água verde e 909 m³/ton para água azul.

A mandioca é o alimento básico mais importante na região da SADC. A mandioca é uma cultura de sequeiro e por isso a sua produção está concentrada nas áreas húmidas da região, na bacia estas incluem algumas áreas do Zimbabué e Moçambique. A produção média é 7.82 ton/ ha em comparação com a média global de 10 ton/ha (FAO 2003b). A pegada ecológica da água é também mais alta com 682 m3/ton em comparação à média global de 605 m³/ton (Kort 2010).

Moçambique, a África do Sul e o Zimbabué produzem arroz com um rendimento razoável em Moçambique. Na África do Sul e no Zimbabué quase toda a produção de arroz é irrigada.

Gado

O Botsuana, a África do Sul e o Zimbabué estão entre os maiores exportadores de gado e produtos animais na região da SADC. A África do Sul é também um dos maiores importadores. As exportações líquidas de água virtual relacionadas com a indústria são pequenas (8x106 m3/ano) em comparação com as importações (1 427x106 m3/ano).

A WF do gado é baseada principalmente na WF das culturas usadas pelo gado. Assume-se que outras demandas de água estão incluídas nos números de uso doméstico e industrial da água e assume-se que são comparativamente pequenas. Dos países da bacia do rio Limpopo, a WF dos produtos animais é mais alta no Botsuana devido à elevada WF das culturas neste país. A WF do gado e produtos animais é maioritariamente composta por água verde, todavia, a água azul é importante na África do Sul e no Zimbabué. A WF da água verde é mais alta no Botsuana e na África do Sul.

Gado na bacia em Moçambique.
Fonte: Qwist-Hoffmann 2010
( clique para ampliar )

Indústria

As exportações líquidas de água virtual relacionadas com a indústria são pequenas (8x106 m3/ano) em comparação com as importações (1427x106 m3/ano).

A WF da indústria é bastante baixa em comparação com a WF da agricultura e é, em termos gerais, considerada mais eficiente do que a média global. O Zimbabué é a excepção dos países da bacia do rio Limpopo com uma WF industrial eficiente.

Dependência da água

A WF per-capita anual nos estados da bacia (m³/cap/ano) são: Botsuana-288, Moçambique- 1 004, África do Sul - 826, Zimbabué - 1 002. Estes valores são muito baixos em comparação com a média global de 1243 m³/capita/ano. Apesar destes valores serem pequenos em comparação com o resto do mundo, a segurança de água é uma preocupação.

Existem várias áreas na bacia e adjacentes à bacia que usam mais água do que a que está naturalmente disponível nessa área. Estas incluem: a área urbana Pretoria-Joanesburgo na África do Sul; as áreas urbanas e irrigadas na região de Maputo na foz do rio Limpopo em Moçambique; e, a área urbana de Bulawayo no Zimbabué. De todos os estados na região da SADC, o Botsuana está mais dependente das importações de água virtual (Hoekstra e Hung 2002). Em 1998, o Botsuana exportou 16% da sua água e importou 61% do seu abastecimento de água como água virtual (Lange e Hassan 2006).

A tabela abaixo mostra os níveis de auto-suficiência e os níveis de dependência de recursos hídricos para cada um dos países da bacia.

Escassez média de água verde, azul e azul-cinzenta, auto-suficiência de água e dependência de água da região da SADC e países da SADC para o período 1996-2005.

País

Escassez de água verde (10-12 %)

Escassez de água azul(apenas água azul) (%)

Escassez de água azul (água azul e cinzenta) (%)

Auto-suficiência de água (%)

Dependência de água (%)

Botsuana

0.21

0.13

1.07

56

44

Moçambique

3.63

0.40

0.51

92

8

África do Sul

5.78

11.62

28.42

78

22

Zimbabué

4.59

8.91

15.93

93

7

 

Fonte: Kort 2010

 



Interactive

Explore as sub-bacias do rio Limpopo


Examine o comércio de água virtual e a pegada de água dos países da SADC


Investigate the dams of the Limpopo basin


Cenas de vídeo filmadas ao longo do rio Limpopo relacionadas com o tema Gestão dos Recursos Hídricos