Botswana Mozambique South Africa Zimbabwe Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth go
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management
A Gestão dos Recursos Hídricos

 



Feedback

send a comment

Feedback

 

Sistemas de Informação  

Os sistemas de informação são fundamentais para uma gestão eficiente dos recursos hídricos, pois permitem um acesso rápido e fácil de dados, bem como o controlo de qualidade dados.

Botsuana

O Departamento de Pesquisa Geológica (Department of Geological Survey- DGS) tem mantido um Arquivo Nacional de Furos (National Borehole Archive - NBA) em base de dados MS-DOS, que lamentavelmente não suporta vários usuários, o que tem limitado o seu uso na Instituição. Uma cópia dos arquivos é mantida no Departamento de Recursos Hídricos (Department of Water Affairs - DWA).

O NBA possui dados registados sobre Certificados de Furos Completos. Em 2002 foi estabelecido um novo banco de dados hidrogeológicos (GeoDin), contendo apenas os poucos dados transferidos do arquivo antigo do NBA. Embora se tenha pretendido que todos os Certificados de Furos Completos do NBA passassem para o sistema, ainda existe uma enorme acumulação de dados a serem analisados.

O DWA mantém vários bancos de dados separados devido as limitações dos bancos de dados existentes. O WELLMON é um pacote de software para monitorizacão de água subterrânea, dados de clima e outros parâmetros, aplicado para a produção de hidrogramas de água subterrânea. Presentemente, o WELLMON contém apenas dados sobre o nível das águas subterrâneas e abstracção.

Banco de Dados de Qualidade de Água

O banco de dados de qualidade de água contém dados de qualidade de água superficial e subterrânea. Lamentavelmente este banco de dados não contém dados detalhados sobre posicionamento, o que constitui, mais uma vez, uma limitação quanto á utilidade deste banco de dados.

Moçambique

Em Moçambique, a Direcção Nacional de Águas (DNA) faz a medição de níveis de água e de caudais nas estações hidrométricas localizadas nos rios e albufeiras (Taucale 2002). Existe uma rede mínima de 13 estações em Moçambique, das quais 2 estão localizadas na bacia do rio Limpopo. Em 2002, apenas 6 destas estações estavam em funcionamento.

A informação mais recente de 2002, indica que a DNA ainda não estabeleceu uma rede para a medição de níveis de água subterrânea, qualidade de água e transporte de sedimentos.

Conforme indicado na secção sobre Gestão da Demanda de Águano capítulo Demanda de Água foi definida uma política de gestão de desastres naturais. Contudo, até 2007, não existia um quadro legal aprovado. O Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) é responsável pela manutenção dos sistemas de alerta precoce, enquanto o DNA é encarregado de monitorar os caudais dos rios (Muriwa et al. 2007).

Desde as cheias de 2000 em Moçambique que devastaram milhares de hectares de terra e causaram a perda de muitas vidas, estão sendo feitos estudos para estabelecer um sistema extenso de monitorização de áreas de risco de inundações na região da África Austral (Artan et al. 2002). Um modelo desenvolvido por Artan et al., fez uma boa simulação do tempo e magnitude dos caudais observados durante as cheias de 2000 em Moçambique.

África do Sul

Sistema Nacional de Informação sobre Águas Subterrâneas (NGIS)

O Sistema Nacional de Informaçãode sobre Águas Subterrâneas (National Groundwater Information System - NGIS) constitui parte de uma série dos vários projectos do Departamento de Recursos Hídricos (Department of Water Affairs – DWA) a nível dos seus escritórios regionais, desenhado para satisfazer a crescente demanda de informação sobre água subterrânea. O NGIS inclui ambos, dados espacias e não espaciais, bem como ferramentas para a visualização e análise de dados. Várias sub-aplicações são apresentadas em pormenor no quadro abaixo apresentado.

Sistemas Nacionais de Informação sobre Águas Subterrâneas

Favor de contactar georequests@dwaf.gov.za, para acessar a qualquer conjunto dos dados seguintes.

Arquivo Nacional de Água Subterrânea (NGA)

O NGA é um sistema baseado na internet que permite que os usuários registados procedam á captura, observação, alteração e extraição de dados de água subterrânea. Presentemente este focaliza em dados de furos, poços, nascentes, e outros geolocais (pontos associados a informação geohidrológica). O NGA irá substituir o Banco de Dados de Água Subterrânea existente (Open NGDB).

Open-NGDB

O Open NGDB, é um sistema transitório de dados armazenados no anterior Banco de Dados de Água Subterrânea (NGDB). É o actual sistema nacional para a gestão de dados de água subterrânea, que permite acesso a utilizadores capacitados. Este sistema está disponível no escritório nacional e em todos os escritórios regionais do DWA na África do Sul, apesar de que nem todos escritórios estão a capturar dados de água subterrânea. Presentemente existem cerca de 242 000 dados registados no sistema Open-NGDB. Estes dados podem ser obtidos nos escritórios do DWA.

REGIS-Africa

O Sistema Regional de Informação Geohidrológica (Regional Geohydrological Information System) é um sistema de informação hidrogeológica completo, no qual todos os dados hidrogeológicos relevantes e dados associados a estes são armazenados, manipulados e consultados. O REGIS-Africa pode ser aplicado para a avaliação de situações geohidrológicas a escala nacional e regional.

CHART

A ferramenta para a análise hidrogeoquímica CHART é uma combinação do Sistema de Gestão de Informação e do Sistema de Apoio a Tomada de Decisão, que integra dados geohidrológicos e hidroquímicos, visando fazer a monitorização mais efectiva e eficiente.

Sistema de Relatórios Geohidrológicos

O Sistema de Relatórios Geohidrológicos (Geohydrological Reports System) é um banco de dados de relatórios técnicos relacionados com água subterrânea. Existem cerca de 2600 relatórios técnicos na biblioteca da sede do DWA na África do Sul em Pretória. Estes relatórios provam que ao longo de muitos anos, foram realizados muitos estudos hidrogeológicos por oficiais do DWA da África do Sul ou por consultores. Com base na internet, este sistema permite que o usuário consulte sobre a disponibilidade de documentos específicos e tenha acesso aos documentos em formato digital (PDF). Outros documentos relacionados com água subterrânea, incluindo mapas hidrogeológicos em escala 1:500 000, bem como brochuras, estão também disponíveis mediante pedido.

Banco de Dados Geológicos

O Banco de dados geológicos (Geodatabase) é um banco de dados ARCGIS que armazena todos os dados hidrogeológicos e espaciais que são validados e verificados. Este banco de dados suporta outras aplicações tais como a REGIS-Africa.

Fonte: DWAF 2009

Sistema de Gestão da Água (WMS)

O Sistema de Gestão da Água (Water Management System – WMS) foi introduzido pela primeira vez em 1996 pelo DWA na África do Sul com objectivo de apoiar a tomada de decisões e fornecer informação necessária para a monitorização e gestão da água na África do Sul. Os dados do WMS podem ser obtidos através do endereço electrónico seguinte: wms@dwaf.gov.za.

O WMS consiste em três componentes principais:

  • Subsistema deGestão de Monitorização –para a gestão da monitorização operacional da qualidade dos recursos á escala nacional;
  • Subsistema de Gestão dos Recursos Hídricos– para o uso sustentável da água, a protecção da qualidade de água, o controlo de fontes e a exportação dos dados de qualidade de água do WMS para outros sistemas; e
  • Subsistema SIG (GIS)– exibe informacão sobre recursos hídricos de forma geograficamente visualizada.

O sistema tem as seguintes funções:

  • Monitorização;
  • Avaliação da qualidade de água;
  • Gestão da qualidade de água e dos recursos naturais;
  • Gestão de focos de poluição de origem não difusa;
  • Gestão de focos de poluiçãode origem difusa;
  • Educação e sensibilização sobre qualidade de água; e
  • Boas práticas de qualidade de água e tecnologias.

Os dados da qualidade de água superficial e subterrânea são colhidos a nível regional e armazenados no WMS. Os parâmetros analisados incluem os seguintes:

  • Traços metálicos (Zn, Pb, Cu, etc.);
  • Parâmetros inorgânicos (total de sólidos dissolvidos, conductividade eléctrica, cálcio dissolvido, sódio dissolvido, fosfatos, etc.);
  • Parâmetros biológicos (coliformes fecais, sólidos suspensos, identificação de algas, BOD5, etc.); e
  • Poluentes orgânicos (atrazina, terbutilazina, metomil, etc.).

Hydstra

Através do projecto Hydstra, os parametros físicos da qualidade de água são medidos para além dos parâmetros químicos, para melhor monitorar a saúde do sistema aquático. Hydstra é um banco de dados gerido pelo DWA da África do Sul com a função principal da gestão de dados de séries temporais longas, incluindo os seguintes:

  • Níveis de água nas barragens;
  • Evaporação e precipitação; e
  • Caudais (vazões).


Um pluviómetro pode ser montado para transmitir informação automaticamente para uma rede de informação.
Fonte: DWA SA 2007
( clique para ampliar )

Zimbabué

Até o momento de publicação, não existem dados disponíveis sobre sistemas de informação em Zimbabué.

 



Interactive

Explore as sub-bacias do rio Limpopo


Examine o comércio de água virtual e a pegada de água dos países da SADC


Investigate the dams of the Limpopo basin


Cenas de vídeo filmadas ao longo do rio Limpopo relacionadas com o tema Gestão dos Recursos Hídricos